Sporting Clube de Tomar - FUTSAL

Blog oficial da Secção de Futsal do Sporting Clube de Tomar

26 janeiro 2007

[Juniores]Diogo Almeida na Selecção Distrital Sub-19


Diogo Almeida, dos Juniores, está no lote dos 12 eleitos para a Selecção Distrital Sub-19 de Futsal, que irá disputar o "Torneio Inter-Associações de Futsal Sub-19" que irá ser disputado na Ericeira entre os dias 01 e 04 de Fevereiro de 2007.
João Rodrigues, guarda-redes dos Juniores, também esteve no lote dos pré-convocados, mas acabou por não ficar na selecção final.

Diogo Almeida:"Foi uma sensação muito estranha para mim e ao mesmo tempo o viver de um sonho. Sempre quis pertencer a uma selecção e como foi a primeira vez que fui chamado estou muito contente. Agora, que com o meu esforço ao longo dos anos consegui finalmente ser chamado a uma selecção espero que continue assim, a ser convocado mais vezes"


Bruno Constantino, treinador dos Juniores: "Para ele penso que é uma motivação acrescida que o vai ajudar a evoluir como jogador. Acho que é um dos maiores valores de futuro do futsal distrital, embora ainda tenha muito que aprender. Para nós, SCT, é o fruto de um trabalho que temos vindo a desenvolver, esperando que mais atletas possam a vir ser convocados de futuro. Além disso, a convocatória do Diogo pode funcionar como um impulso para a modalidade no concelho e no clube, trazendo mais jovens para praticar Futsal no Sporting de Tomar"


Resumo do Fim-de-Semana

Séniores
Nadadouro 4-4 SP.TOMAR

A nossa equipa sénior não conseguiu ir além do empate na deslocação até casa do Nadadouro, adversário directo na luta pela manutenção. Apesar de ter dominado grande parte do jogo e ter estado a vencer por 4-2, altura em que podia ter dilatado ainda mais o marcador, o minuto 18 foi fatídico, pois foi nessa altura que os adversários marcaram os 2 golos que lhe deram o empate na partida.

Edgar Simões, treinador adjunto: "Foi mais uma oportunidade desperdiçada para chegarmos aos adversários directos na luta pela manutenção. Não conseguimos infelizmente matar o jogo e acabámos por não conseguir segurar a vitória e os três pontos. Não há que desanimar, faltam-nos onze jogos e em todos eles teremos que lutar para ganhar! Não é fácil, mas acredito que seja possível. Os jogadores merecem!”



Juvenis
SP.TOMAR 0-6 Os Patos

O escalão mais jovem do clube perdeu em casa frente aos lideres, Os Patos, por 0-6. Ao intervalo perdiam por apenas 0-2, mas a segunda parte trouxe o avolumar do resultado até aos 0-6 finais.

Xavier Costa, treinador: "Nada a dizer, quando a outra equipa prova em campo que são mais fortes do que nós, há que aceitar a derrota e preparar o próximo jogo. Os meus jogadores estão de parabéns pela entrega que mostraram no jogo. Todos jogaram e todos se empenharam ao máximo! Não nos podemos esquecer que é o primeiro ano da formação no clube, e que o nosso principal objectivo não é ser candidatos a nada, mas preparar os atletas para virem a ser bons futsalistas de futuro"



13 novembro 2006

[Seniores] SP.TOMAR 3-5 Ext.Benedita




Nova derrota da equipa Tomarense, na 7ª jornada do Campeonato Nacional da 3ª Divisão, desta vez contra o Externato da Benedita., por 3-5. O jogo foi completamente distinto em cada uma das partes. A primeira parte começa com o SCT a trocar bem a bola, mas ao minuto três, uma falha da defensiva Tomarense dá golo do Externato, por intermédio de João Nuno. A partir deste momento a equipa Tomarense tornou-se irreconhecível, com os seus jogadores completamente desconcentrados e muito nervosos. Com uma sequência de passes errados, a não conseguir sair para o ataque, e foi com naturalidade que o Externato chegou ao segundo golo, por intermédio de Telmo, ao minuto 7. O SCT continuava irreconhecível, mas mesmo assim ao minuto 10, Nuno Freitas em jogada individual reduziu o marcador para 1-2. No mesmo minuto Carlos Costa pediu um minuto de desconto para acertar ideias. Só que no reatamento de jogo num lance infeliz, após remate de um jogador do Externato, Hugo defende para a frente com ela a embater em Constantino e a entrar para dentro da baliza, estava feito o 1-3. Continuava o calvário da equipa Tomarense sem ideias nem soluções, e com Externato muito rápido a aproveitar essas desconcentrações. Foi então que passados 6 minutos a equipa do externato voltou a dilatar o resultado, por intermédio de João Pedro, este seria o resultado com que acabaria a primeira parte. Na segunda parte a historia seria completamente diferente, com a equipa do SCT a procura do resultado, muito mais agressiva e muito mais concentrada. A equipa de Tomar ia criando varias ocasiões de golo, mas só ao minuto 10 do segundo tempo viu o seu esforço ser recompensado, com uma jogada de entendimento de Constantino e Carlitos, Constantino faz o 2-4. Empolgada por este golo a equipa de Tomar continua atrás do resultado e seria novamente Nuno Freitas, aos 16 minutos, após um canto ensaiado a encurtar a distância no resultado para 1 golo de desvantagem. A equipa de tomar continuava a dominar, enviando duas bolas ao poste, uma vez por Carlitos e outra por Seixas. Carlos Costa ainda tentou o guarda-redes avançado colocando Pedro, mas sem resultado. Foi então que no Ultimo minuto da partida o Externato matou o jogo, com um golo de Zé, que depois de passar por um jogador do SCT enviou a bola para o fundo das redes de Hugo que nada poderia fazer, estava feito o resultado final, 3-5. Vitória justa do Externato a penalizar a péssima exibição Tomarense na 1ª parte do jogo. Razoável exibição da equipa de arbitragem, que não cometeu nenhum erro grave.

Convocados:
Hugo, Xavier, Constantino, Fufu, Freitas, Pedro, Tino, João Vítor, Russo, Carlitos, Seixas

Lesionados: Guerreiro, Gonçalo, Tiago e Nuno


Eq.Arbitragem: Acácio Ferreira e Francisco Alves (3)

[Juniores] SP.TOMAR 4-0 Sl Évora

1ª Vitória da equipa de juniores do SP. Tomar, na quarta jornada do campeonato. Boa exibição da equipa Tomarense, que ainda tem de melhorar em alguns aspectos. O jogo começa com um SCT a dominar o jogo, não dando espaços ao SL Évora, e foi com naturalidade que chegou ao golo, após remate falhado de Nuno Ribeiro, Nuno Costa a fazer um remate com a bola a embater nos dois postes e a entrar. Estava feito o 1-0. Continuava a equipa Tomarense a dominar e novamente Nuno Costa fazer o seu segundo golo, também o segundo golo do SCT, 2-0. O SL Évora não conseguia sair para o ataque, mas as jogadas de ataque que criava eram bem resolvidas por João ou pela defensiva Tomarense. O jogador mais perigoso era José Costa que jogava bem como pivot. Volvidos cinco minutos Nuno Costa faz o seu hattrick no encontro, após um canto bem marcado, de pé esquerdo com um remate bem colocado. A equipa tomarense continuava concentrada e a trocar bem a bola e a faltar dois minutos para o intervalo Guilherme Silva fez o seu terceiro golo no Campeonato, quarto golo da equipa do SCT. Este seria o resultado que o jogo levaria para o intervalo. Na segunda parte o treinador Constantino, aproveitou para rodar a equipa fazendo entrar Francisco, que fez a sua estreia no campeonato, e Tiago. Uma segunda parte que decaiu de nível para equipa do SCT, com o SL Évora a aproveitar par espreitar mais o ataque, mas sem resultados pois não conseguiria fazer nenhum golo, pois João esteve em bom plano na baliza do SCT. Na segunda parte o SCT desconcentrou-se um pouco, com jogadores a aparecerem nas costas a criar perigo, também com os seus jogadores a entrarem em individualismos. Mesmo assim a equipa do Tomar enviou uma bola ao poste, por intermédio de Miguel, e duas jogadas de muito perigo, uma por intermédio de Rui Mendes e outra por Guilherme Silva. O resultado não se iria alterar até ao fim. Resultado final 4-0. Boa exibição da equipa Tomarense na primeira parte, mas que na segunda se deixou relaxar. De salientar ainda a estreia de Luís Lopes jogador do SCT. Uma vitória justa da equipa que procurou mais o golo. A equipa de arbitragem não teve influência no resultado, exibindo-se a um nível razoável. Boa moldura humana a apoiar a equipa Tomarense.

Convocados:
João, Luís, Guilherme, Tiago, Miguel, Nuno Costa, Nuno Ribeiro, Luís Lopes, Francisco, Hugo, Rui

Melhor em Campo: Nuno Costa

Eq.Arbitragem: Ana Ferreira e Nuno Ferreira (4)

10 novembro 2006

[Seniores] Atletico CP 4-1 SP.TOMAR

Mais uma derrota da equipa Tomarense, desta vez por 4-1, na casa do terceiro classificado, o Atlético C.P.

Embora derrotada a equipa do SCT exibiu-se a um bom nível, mesmo assim ainda falta corrigir alguns erros a nível defensivo. Esta exibição talvez tenha sido a mais conseguida da época corrente, com a equipa do SCT a trocar bem a bola, com uma transição para o ataque mais pensada e com os jogadores a movimentarem-se muito mais. O jogo Começou com o Atlético a criar perigo, com bastantes paralelas pelo lado direito do seu ataque, e foi ai que criou o primeiro golo por intermédio de António Oliveira, depois de uma falha defensiva da equipa Tomarense. A partir dai o SCT pegou no jogo, trocando bem a bola, foi criando várias oportunidades, a que o guardião Pedro Martins se foi opondo com grandes defesas. Foi então que a passe de Nuno Freitas, Constantino iguala a partida 1-1, com um remate bem colocado. O SCT nesta altura estava por cima no jogo, continuava a atacar, e Fufu fez um excelente remate, ao qual Pedro Martins com uma defesa de instinto se opôs brilhantemente. Depois disso o jogo continuava bastante equilibrado, ate que a faltar dois minutos para o intervalo, mais um erro defensivo da equipa Tomarense que se traduziu no segundo golo da equipa do Atlético, por intermédio de Johny Carvalho. Estava feito o 2-1 para o Atlético, resultado que iria permanecer até ao intervalo. De referir que a equipa de arbitragem, com excesso de rigor, amarelou logo nos primeiros minutos, e em faltas normais, três jogadores do SCT, sendo eles Constantino, Fufu e Tino. Após o intervalo a equipa do Atlético entrou com uma maneira de defender diferente, com os jogadores a pressionar a equipa do SCT logo em cima, isto iria trazer algumas dificuldades a equipa Tomarense, mas que foram bem ultrapassadas com boa troca de bola. Mas o Atlético iria dilatar o resultado, apos uma jogada de contra ataque, o jogador André Nabais passou bem por um jogador do SCT, depois pelo guardião Tomarense e Constantino ao tentar fazer o corte para fora em cima de linha de golo, acabou por introduzir a bola na baliza, fazendo assim auto golo. Estava feito o 3-1 para o Atlético. Carlos Costa ainda tentou lançar Pedro para guarda-redes avançado, mas que não surtiu efeito, tendo mesmo o Atlético chegado ao 4-1, por intermédio de Pedro Oliveira, que ao recuperar a bola na defensiva fez um chapéu a Pedro que se encontrava adiantado. Estava feito o resultado final 4-1. Vitoria justa do Atlético, mas com o SCT a sair de cabeça bem erguida. A equipa de arbitragem teve a um baixo nível em termos disciplinares, tendo mostrado cartões amarelos sem pés nem cabeça, prejudicando o expetaculo.


Convocados: Hugo, Xavier, Constantino, Fufu, Freitas, Russo, Carlitos, Tino, João Vítor, Pedro,Seixas

Lesionados: Gonçalo, Guerreiro, Tiago e Nuno

Arbitragem: Vitor Clemente e Agostinho Pires (2)

[JUNIORES] Montemor 5-3 SP.TOMAR

Segunda derrota da equipa de Juniores do SCT, desta vez por 5-3, na casa do Montemor. Na primeira parte a equipa Tomarense cometeu muitos erros, principalmente a nível defensivo, com os seus jogadores a não acompanharem os jogadores da equipa adversária, tendo por isso sofrido 4 golos de rajada sem resposta. Mas equipa tomarense também não teve bem a nível ofensivo, pois falaram varias jogadas de superioridade numérica, de três jogadores para um, e também em situações de dois para um. Os golos do Montemor foram marcados aos 2 min, aos 6 min, aos 16 min e aos 30 min, tendo o jogo chegado ao intervalo com o resultado favorável ao Montemor por 4-0. Na segunda parte a equipa do SCT entrou rejuvenescida, e em 11 minutos a equipa Tomarense marcou 3 golos, e com a colocação de Nuno Ribeiro em campo a equipa melhorou bastante defensivamente. O primeiro golo do SCT foi marcado por Guilherme numa boa jogada, com um remate forte a fazer golo. Guilherme Silva bisou logo de seguida na marcação de um livre. Aos 18 minutos Nuno Ribeiro a passe de Guilherme Silva, fez o terceiro golo. A equipa tomarense continuou a acreditar que poderia chegar ao empate. Só que as vezes a inexperiência sai muito cara, e esta foi uma dessas vezes. Aos 18 minutos, depois da equipa de Tomar ter anteriormente enviado uma bola ao poste; a equipa de Montemor matou o jogo, chegando ao 5-3, numa jogada de contra ataque. Era com o resultado com que o jogo iria chegar ao fim. A sensação que fica no ar, é que o SCT com um pouco mais de experiência, poderia perfeitamente ter ganho o jogo. A equipa está a melhorar de dia para dia e a vitoria vai chegar certamente o mais rápido possível. A equipa de arbitragem teve a um bom nível, tanto a nível técnico, tanto a nível disciplinar.

Convocados: João, Luís, Guilherme, Tiago, Miguel, Nuno Costa, Nuno Ribeiro, Luís Lopes, Francisco, Hugo

Não Convocados:
Rui

Arbitragem:
Leonel Craveiro e Luís Aires (4)

01 novembro 2006

[Crónica] M.Grandes 1-0 SP.TOMAR (juniores)



A equipa de juniores estreou-se no Campeonato da 1ª DIV. Distrital com uma derrota, mas com a equipa tomarense dar muito bem conta de si. O jogo começou com a equipa Tomarense a dominar as operações e a criar boas ocasiões com remates de Miguel Nunes e Guilherme Silva com o GR das Moreiras a opor-se superiormente. Depois disso a equipa Tomarense acusou um pouco a sua inexperiência, com a equipa das Moreiras a explorar bem as costas da equipa do SCT, criando varias ocasiões de golo, mas com o guardião Tomarense João Rodrigues a opor-se bem umas vezes, e outras com cortes no limite de Nuno Costa. Uma primeira parte que iria acabar com um 0-0, mas com um jogo bastante disputado com as duas equipas a criarem varias ocasiões de golo. Na segunda parte a toada foi a mesma, com a equipa Tomarense a atacar muito, e com a equipa das Moreiras a aproveitar as costas do adversário para criar perigo. Até que chegou ao golo a equipa das Moreiras, num lance infeliz para o jogador Tiago do SCT a fazer um auto golo, 0-1. O SCT não baixou os braços e ía criando várias ocasiões de golos, mas nenhuma concretizada. Foi então que a faltar 10 minutos o treinador mandou subir a sua equipa, para fazer pressão logo a saída de bola do GR., mas nem mesmo assim a equipa Tomarense não chegou ao golo. Criou mais ocasiões, mas o GR das Moreiras estava imbatível. Boa exibição da equipa do SCT, mas ainda com algumas lacunas a nível defensivo e de concentração. O resultado mais justo seria o empate. Arbitragem razoável, sem erros graves.

SP.TOMAR: João, Nuno Costa, Francisco, Miguel, Nuno Ribeiro, Luís Rodrigues, Guilherme, Tiago e Luís Lopes

M.GRANDES: Diogo, Luís Costa, Tiago F., Tiago H., Bruno, Fábio, Tiago M., Mauro, Fábio e Daniel

[Crónica] SP.TOMAR 4-5 Mira Sintra



Ainda não foi desta que o Sp. Tomar conseguiu pontuar no Campeonato Nacional.

O jogo até começou bem para a equipa tomarense, bem concentrada a defender, a trocar bem a bola. Foi com naturalidade que chegou ao 1-0 por intermédio de Nuno Freitas, depois de uma boa jogada na recarga a um remate de Nuno Serra. Depois disso o SCT desconcentrou-se completamente, com os seus jogadores a jogarem a passo, a defenderem mal e a partir dai o Mira Sintra dominou o jogo ate ao final da primeira parte marcando dois golos dando a volta ao resultado para 1-2. O ultimo golo a faltar 20 segundos do fim quando se pedia ao SCT para segurar a bola, numa jogada de contra-ataque. No início da segunda parte o SCT chega ao empate depois de uma jogada individual de Pedro com um remate cruzado a fazer um grande golo, 2-2. Depois mais uma vez o SCT desconcentrou-se, o que permitiu ao Mira Sintra chegar ao 2-4. O SCT ainda reagiu, depois de uma boa jogada de ataque de Freitas a colocar a bola ao segundo poste Constantino a permitir a defesa do GR do Mira Sintra. A faltar cinco minutos Carlos Costa decidiu lançar Pedro como GR avançado, conseguindo mesmo diminuir a diferença no marcador, com um golo de Nuno Serra fazendo assim o 3-4. Mas logo na jogada imediata o SCT sofre mais um auto golo neste campeonato, com a bola a embater em Nuno que nada poderia fazer, estava feito o 3-5. O SCT ainda iria chegar ao 4-5 através de Ricardo Freitas fixando assim o placar final. O SCT ainda tentou chegar ao empate mas sem sucesso. Bom jogo da equipe de Arbitragem que nada interferiu no resultado.

15 outubro 2006

SP.TOMAR 4-7 Ns Leiria




Terceira derrota consecutiva do Sp. Tomar, Desta vez por 4-7. Má exibição da equipa Tomarense que nunca se encontrou consigo própria, diante de um N. S. Leiria muito bem organizado e com uma noção táctica muito boa.
O jogo começou com o SCT muito lento a defender, sem iniciativa atacante e com os jogadores muito estáticos. Aos 4 minutos o N. S. Leiria chegou naturalmente ao golo, através de um cruzamento, Claudio Lourenço a desviar ao segundo poste, estava feito o 0-1. O SCT continuava sem reagir, com o N. S. Leiria a enviar varias bolas tanto ao poste, como a trave. Os jogadores mais perigosos do N. S. Leiria eram o pivot João Pedro e Claudio Lourenço. Aos 11 minutos N. S. Leiria chega ao segundo golo através de um livre estudado, por intermédio de Marcos André, 0-2. A 20 segundos do fim da primeira parte o N. S. Leiria fixa o marcador da primeira parte com um golo de Fernando Monteiro, numa jogada de contra-ataque, que a equipa do SCT reagiu muito lento, a aparecer dois jogadores do N. S. Leiria para um do SCT. Estava feito o 0-3. A equipa do SCT não reagia nem com mudança do sistema de 4-0 para 3-1. No inicio da segunda parte o SCT tentou reagir, tendo mesmo chegado ao 2-3, com um bis de Nuno Serra. O 1º golo surgiu aos 18 segundos depois de uma finta de corpo Constantino tira da frente um adversário e a fazer um passe a isolar Nuno que frente ao guarda-redes não falhou. O 2º golo Tomarense foi através de um livre bem executado por Nuno, passado dois minutos. Parecia que o SCT poderia chegar ao empate, mas foi o N. S. Leiria numa jogada de contra-ataque, novamente a chegar ao golo, com Marcos André a bisar no encontro, 2-4. Logo de seguida o N. S. Leiria chega ao 2-5. O SCT ainda reagiu com um golo de Carlitos a faltar 5m20s para o fim da partida. Passado poucos segundos, o N. S. Leiria volta a dilatar o resultado, para 3-6, golo do nº 3. Carlos Costa ainda tentou dar a volta a situação metendo Pedro como guarda-redes avançado. O SCT ainda chega aos 4-6, devido a um erro do guarda-redes do N. S. Leiria a passar a bola para Carlitos, que aproveitou para marcar. Mas mesmo no ultimo segundo se jogo, depois de uma perca de bola da equipa do SCT, o N. S. Leiria fixa o placar final em 4-7. Pior exibição da equipa de Tomar neste ano de estreia no Nacional. Exibição razoável da equipa de arbitragem, que não cometeu erros com influência no resultado.

Convocados: Francisco, Hugo, Constantino, Nuno, Fufu, Pedro, Tino, Guerreiro, Carlitos, Tiago, João Vítor, Russo

Lesionados/Castigados: Gonçalo e Freitas

Não Convocados: Xavier, João Carlos e Seixas



Video do jogo:

09 outubro 2006

SP.TOMAR 3-4 Nadadouro

Sp. Tomar sofre segunda derrota consecutiva pelo resultado de 4-3 agora frente ao seu publico. O jogo começou com o Sp. Tomar a tentar pegar no jogo para chegar ao golo mas sem sucesso. Depois a interferência da equipa de arbitragem no jogo, pela negativa, tendo marcado 5 faltas rapidamente a equipa da casa, sendo elas inexistentes. Aos 4:55 uma jogada de entendimento entre Constantino e Fufu, com o primeiro a isolar Fufu com um passe em profundidade que ia dando golo. De seguida Chico faz duas boas defesas a remates dos jogadores do Nadadouro. Aos 11m livre ensaiado do SCT a castigar falta sobre Guerreiro, com Remate de Fufu quase que a equipa da casa inaugurava o marcador sendo o Gr do Nadadouro obrigado a uma grande intervenção.

Aos 10 minutos o SCT atinge a quinta falta. De seguida falta para o Nadadouro dando o primeiro livre directo do jogo marcado pelo nº 10 c0m Chico a superiorizar-se. 11m30s penalti para o Nadadouro a castigar falta inexistente de Guerreiro, tendo levado amarelo, golo para o Nadadouro nº 7 0-1. Poucos minutos depois o SCT beneficiou de um livre de 10 metros ao qual Freitas falhou. A 4m do intervalo Carlos Costa decide mudar sistema de 4-0 para 3-1 lançando Tino para pivot. O SCT intensifica cada vez mais a pressão, mas numa jogada de contra ataque o Nadadouro faz o 0-2 por intermédio do jogador nº 20. Aos 18m30s Golo do SCT Constantino remata após cobrança de um canto a embater num jogador do Nadadouro fazendo o 1-2. Mais 10 segundos e o SCT desperdiça masi um livre de 10 metros desta vez Fufu a rematar ao lado. A 42 segundos do fim Tino a passe de Constantino roda bem sobre dois adversários e quase marca. Neste lance choque entre 2 jogadores do Nadadouro, tendo um deles partido a cabeça, sendo mesmo transportado para o hospital no intervalo. Fim da primeira parte. Na segunda parte a tendência mantinha-se com o SCT em 3-1 a dominar o jogo. O Nadadouro chega rápido as 5 faltas, com o SCT a falhar 4 Livres de 10 metros por intermédio de Guerreiro, Freitas, Constantino e Tino. Até que em mais um erro da equipa de arbitragem Freitas é expulso. O SCT Fica a jogar com 4 e a defender muito bem mas mesmo a finalizar os 2 m num lance de azar Guerreiro marca um auto golo 1-3. Pouco depois expulsão do nº 20 do Nadadouro, Tendo o SCT aproveitado bem para reduzir através de Tino para 2-3. Lodo de seguida Constantino e Fufu quase marcam mas duas grandes defesas do Gr do Nadadouro. Com o SCT já com 5 Faltas o Nadadouro chega aos 2-4, através de um livre de 10 metros pelo o jogador nº8. O mesmo jogador segundos depois e expulso por acumulação, má decisão da equipa de arbitragem. A Acabar Livre de 10 metros que Nuno falha mas emenda na recarga fixando o placar final 3-4. Péssima exibição da equipa de arbitragem. Tendo prejudicado as 2 equipas. Boa exibição da equipa do SCT que com um pouco mais de sorte poderia ter chegado a vitoria.

SP.TOMAR: Francisco, Hugo, Constantino(1), Fufu, Freitas(verm), Tino(1), Nuno Serra(1), Guerreiro, Palhaço, Tiago, Pedro Cartaxo e Carlitos

lesionados:Gonçalo
não convocados: Xavier, João Vitor, Russo, Gonçalo e Seixas

05 outubro 2006

Revista de Imprensa

Pretendemos passar, a partir de agora, informar e apresentar aqui quais as publicações que destacam a nossa secção.


"O Templário,Suplemento Grande Área - 4 Outubro 2006"


"Cidade de Tomar - 6 Outubro 2006"